DestaqueTreinamento

Dietas “Radicais” funcionam?

É comum após exageros alimentares partimos para uma dieta restritiva , mas o melhor é fugir das “dietas de emergência”. Não adianta fazer dieta detox (da lua, do sol, das estrelas…) por uma, duas semanas, se você não mudar seus hábitos alimentares no resto do ano.  Agora, achar que a tal desintoxicação vai resolver todos os seus problemas, depois de anos se alimentando errado, é fantasia.

Muitas pessoas que fazem dietas de desintoxicação dizem que sentem o corpo mais leve, menos inchado.  Isso acontece porque, nos primeiros dias de dieta, detox ou não, há uma perda natural de líquido, mas o que faz realmente o organismo desinchar é o equilíbrio entre o sódio e o potássio. Para que isso aconteça, você não precisa passar o dia só tomando água, chás e sucos. Basta evitar alimentos industrializados com muito sódio e controlar o que você coloca no prato.

Quer mesmo desintoxicar seu organismo? Mantenha bons hábitos alimentares o ano todo acompanhado de atividade física regular! Com tanta (des) informação circulando por aí, as pessoas ficam completamente perdidas e já não sabem mais o que é ou não saudável. Acha muito “radical” esse papo de viver em dieta? Provavelmente, você é daqueles que acreditam no conto da bolacha recheada enriquecida com 12 vitaminas, certo? Pois eu acho “radical” viver ingerir alimentos que vão causar um estrago imenso no meu organismo. Comer verduras, frutas, cereais integrais, ovos e carnes magras não têm absolutamente nada de radical. Durante milhares de anos, o homem se alimentou exclusivamente assim e garantiu a preservação da espécie. A melhor comida para o nosso corpo, na maioria das vezes, não tem embalagem, nem lista de ingredientes.

 

Exagerou na alimentação?  Ganhou peso? Nada de desespero! Retome sua alimentação adequada e sua rotina de exercícios sem nenhuma medida drástica. Tenha paciência e se programe melhor para que nas próximas datas festivas, você não exagere tanto!

 

Aproveite este momento para repensar seus hábitos alimentares. Se comida industrializada faz parte da sua vida, a mudança será difícil, pois o seu corpo já deve ter criado uma espécie de dependência física (e emocional) dessas porcarias. A boa notícia é que quanto mais tempo você passar longe delas, mais fácil vai ficar.

Fonte: Dr. Rodolfo Peres

Previous post

Vídeo: Anderson Silva com o Boxe afiado!

Next post

Vídeo: Countdown UFC 172: Jon Jones vs. Glover Teixeira

No Comment

Leave a reply

World Combat